Aduff se soma à indignação de alunos, professores e técnicos-administrativos e reafirma a necessidade de seguirmos lutando pela universidade e pela democracia

 

Conselheiros e Aduff defendem que o caso, que envolve especulação imobiliária, seja levado à comunidade universitária; Reitoria diz que UFF não tem direito à área e que não vai rever a decisão