Jul
15
2017

Professores de todo o país confraternizam na Festa do 62° Conad

“Só com unidade garantiremos direitos sociais e uma sociedade igualitária”, diz presidente da Aduff ao saudar os presentes no Teatro Popular. Vai começar a Festa do 62° Conad

Início da Festa do Conad, no Teatro Popular de Niterói Início da Festa do Conad, no Teatro Popular de Niterói / Luiz Fernando Nabuco

Pausa para confraternizar e brindar à unidade e às lutas da categoria. Está começando a Festa do 62° Conad, o Conselho Nacional do Andes-SN que reúne, de 13 a 16 de julho, em Niterói, cerca de 300 professores e professoras de instituições de ensino superior de todo o país. Às 20h30min, participantes do Conad e professores da UFF já se encontravam no Teatro Popular, na Ponta da Areia, aguardando o início da apresentação do músico João Donato.

 

A pauta nas discussões políticas e sindicais, porém, foi precedida de uma saudação do presidente da Aduff-SSind, professor Gustavo Gomes.  Ele agradeceu a equipe do teatro, disse que o evento, que agora dá uma pausa para a festa, reúne docentes de todas as regiões do país para discutir uma conjuntura difícil, marcada pela redução de recursos dos serviços públicos e de direitos da classe trabalhadora.

O docente criticou a Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os orçamentos de áreas como educação e saúde, e a reforma trabalhista, sancionada na quinta-feira (13) pelo impopular presidente Michel Temer (PMDB) e que elimina boa parte das garantias laborais conquistadas ao longo de décadas.

“Todos os nossos direitos sociais inseridos na Constituição de 88 estão ameaçados”, disse, ao destacar a importância de fortalecer a organização sindical da categoria e atualizar o plano de lutas e reivindicações do Andes-SN. Também lamentou o que se passa hoje com a Uerj, lembrando que as universidades estaduais do Rio refletem uma política que igualmente ameaça as instituições públicas federais de ensino superior. “É um momento difícil e estamos reunidos porque sabemos que só com unidade dos trabalhadores garantirmos direitos sociais e uma sociedade igualitária”, finalizou.

Pausa nos trabalhos e nos debates de quatro dias. Vai começar a festa.

 

DA REDAÇÃO DA ADUFF

 

Por Aline Pereira e Hélcio Lourenço Filho

Início da Festa do Conad, no Teatro Popular de Niterói Início da Festa do Conad, no Teatro Popular de Niterói / Luiz Fernando Nabuco

Additional Info

  • compartilhar: