Aduff se soma à indignação de alunos, professores e técnicos-administrativos e reafirma a necessidade de seguirmos lutando pela universidade e pela democracia